O financiamento é uma forma prolongada de cumprir com alguns negócios e aquisições. Apesar de parecer um passo arriscado, já que você ficará responsável por aquele pagamento por um bom tempo, o financiamento pode ser um negócio interessante para você em algumas ocasiões. Será que vale mesmo a pena financiar? Veja a seguir quando vale a pena e de que forma você pode investir o seu dinheiro:

O financiamento é uma forma de contratar um serviço ou adquirir um patrimônio a longo prazo. Por vezes, essa contratação pode exigir a presença de um fiador e se você não tem uma pessoa em vista, pode ser arriscado tentar essa possibilidade.

Existem algumas situações em que vale a pena sim começar um financiamento, mas você deve estar atento às propostas pra não acabar caindo em um negócio ruim!

Confira agora algumas situações mais prováveis para um financiamento bem investido e saiba o porquê de valer a pena para você assinar o contrato.

Para se capacitar profissionalmente

Vamos começar falando do financiamento estudantil, que é quando programas liberam uma determinada verba para que você possa começar o seu curso superior. O dinheiro investido deve ser retornado posteriormente, mas este pode ser um grande negócio para você, caso contrate o Fies 2020 por exemplo.

Isto porque o programa possui os juros mais baixos do mercado e de acordo com o novo Fiesnem é necessária a presença de um fiador para fidelizar a contratação. Com este tipo de financiamento você estaria investindo profissionalmente em si mesmo.

Para adquirir um imóvel

Um outro tipo de financiamento que pode ser positivo para você sair do aluguel é aquele para comprar a sua casa própria. Assim, você estaria construindo um patrimônio e em algum tempo estará livre dele e morando no que é seu.

Mas nem sempre essa pode ser uma boa solução. Você deve fechar negócio caso consiga vantagens na hora de comprar a casa ou caso você possa dar uma boa entrada para diminuir as parcelas.

Para conquistar um carro particular

Aquisição de patrimônio é muito importante, principalmente se você é do tipo de pessoa que gosta de estabilidade e segurança financeira. Mas é preciso estar atento aos negócios ruins!

Reveja diversas vezes o seu orçamento, de forma que a porcentagem do financiamento não coloque a sua renda mensal no vermelho. Afinal, junto com o carro virão gastos extras e você deverá estar preparado para eles!